10 de setembro de 2012

Capítulo 5 - Just In Love (Parte 2)

Parei o carro em frente a casa dela. O sol já estava bem forte agora. Devia ser aproximadamente 7 da manhã. Demi olhou pela janela e depois voltou seu olhar pra mim meio receosa.

- Você quer entrar? – ela perguntou meio tímida.
- Você tem certeza? – eu perguntei – Não quero causar problemas pra você.
- Não vai causar. Meu pai já deve ter saído para o trabalho e vou passar o dia sozinha. – ela disse dando de ombros. 
- Tudo bem, eu fico com você – eu disse rindo, completamente feliz pelo pedido dela.

Saímos do carro e fomos em direção a casa dela. Lado a lado, mas sem contato físico algum. Ao entrar, ela foi direto para a cozinha e eu a segui.

- Estou faminta – ela disse abrindo a geladeira e tirando algumas coisas de lá – você não está?

Na verdade não tinha pensado nisso até o momento, mas ver todas aquelas coisas em cima da bancada da cozinha fez meu estômago roncar.

- Estou – eu disse chegando mais perto dela e a ajudando com as coisas.

Logo estávamos sentados na bancada da cozinha comendo e rindo de nossas histórias. Era muito fácil estar com ela, muito fácil deixar se envolver. As coisas simplesmente fluíam entre nós. Era como se ela despertasse um Joe que nem eu mesmo conhecia. Ninguém conhecia. Era um Joe apaixonado.

- Minha mãe costumava fazer panquecas pra mim – eu comecei a contar rindo – até que um dia eu não queria mais panquecas, mas também não queria magoar minha mãe, então dei para o cachorro e minha mãe acabou descobrindo. Acabei levando a maior bronca, aquelas que só mãe sabe dá entende?
- Não – ela disse secamente e olhando para baixo e só então me dei conta do que tinha perguntado.

Algo me dizia que estava prestes a descobrir mais sobre Demi. Mais sobre seu passado.

- Me desculpa não queria... – tentei me retratar, mas ela logo me interrompeu.
- Sem problemas Joe, eu só respondi sua pergunta – ela disse olhando pra mim – Não sei como é levar bronca de mãe, não sei como é ter uma mãe.
- Ela foi embora você tinha quantos anos? – arrisquei perguntar.
- 9 – ela respondeu tristemente – meu pai me criou sozinho.
- Ele fez um bom trabalho, pequena – eu disse pegando em sua mão – você se tornou uma pessoa maravilhosa.
- Claro, porque sair e voltar pra casa bêbada, ou sair de noite e só voltar no outro dia sem ao menos dar satisfações é a coisa mais legal do mundo – ela disse sendo irônica.
- Se sabe que não é legal porque faz? – eu perguntei calmamente pra não parecer grosseria ou repreensão.

Ela parou pra pensar por um breve instante, parecendo procurar por uma resposta.

- Não sei Joe – ela disse suspirando – amo meu pai, sou muito grata a ele, mas as vezes ele me dá tanta raiva.
- Por que? – perguntei interessado.
- Ele ainda ama minha mãe – ela disse fazendo uma careta de decepção – ele não se evolveu com mais ninguém desde que ela se foi. Ele sofre por ela a 9 anos! Isso me deixa com tanto ódio dela e me faz ficar com raiva dele por... Ser assim...
- Demi – eu disse segurando seu rosto entre minhas mãos – a gente não escolhe a quem amar. Infelizmente, seu pai ama a pessoa errada.
- O amor machuca Joe – ela disse olhando em meus olhos – não é uma coisa boa.
- Claro que é uma coisa boa Demi – eu disse – se não fosse não estaríamos aqui. Juntos.
- Você... Tá querendo dizer... – ela não terminou a frase.

Era agora! Se eu não falasse naquele momento talvez não falasse nunca mais. Eu olhei em seus olhos e disse o que meu peito parecia gritar.

- Eu te amo Demi.

Demi ficou totalmente sem reação. Olhava pra mim incrédula. Como se eu a tivesse xingado. Então ela começou a gargalhar. Uma gargalhada tão espontânea e tão desconcertante que me senti um completo idiota. 

- Não, você não ama Joe - ela disse ainda rindo - você só está encantado ou algo do tipo.
- Eu acho que eu sou perfeitamente capaz de saber o que eu sinto Demi. - eu disse com certa raiva na voz.
- Minha mãe dizia isso pro meu pai e pra mim – ela disse já recuperada da crise de riso. Seu rosto agora tinha uma expressão de raiva- e adivinha?! Ela foi embora, traiu meu pai, traiu a mim – as lágrimas agora começavam a descer pelo rosto dela – Tem outra família, outro marido, outra filha... Que ela também deve dizer que ama. Como ela disse tantas vezes pra mim, pro meu pai. E ERA MENTIRA!

Andei até ela e a abracei. Um abraço reconfortante que passasse toda a segurança do mundo pra ela. Que mostrasse a ela que eu estava ali. Sempre estaria no momento em que ela precisasse. Porque sim, eu amava Demetria. De um jeito estranho, diferente, mas amava. Contar isso pra alguém vai parecer louco, como deve ter soado aos ouvidos dela. Completamente insano. Todos vão achar uma completa loucura se apaixonar e amar uma pessoa em apenas 2 dias.

O abraço não demorou muito. Demi logo se soltou de meus braços e deu alguns passos pra trás limpando as lágrimas de cabeça baixa.

- Eu não quero te magoar Joe – ela começou a dizer ainda de cabeça baixa – não quero que sinta o que senti tantas vezes.
- Eu não tô te pedindo nada em troca Demi – eu disse com a voz quase em um sussurro.
- Não sei se consigo amar alguém de novo – ela continuava de cabeça baixa – não por não sentir amor, mas por medo. Eu amei minha mãe e ela se foi com outro homem, outra família que ela construiu enquanto dizia que amava a mim e ao meu pai. – ela passou a mão pelo rosto provavelmente para secar algumas lágrimas – amei o Nick e na primeira oportunidade que ele teve de mostrar que tudo o que ele disse pra mim sobre a nossa amizade era verdade, ele se foi. - ela respirou fundo e finalmente ergueu os olhos para me fitar - Depois de tudo isso. Depois de perder tantas pessoas. Não consigo confiar nesse sentimento. Não quero te amar, porque sei que quando isso acontecer, vou te perder também.
- Não diga o que você não sabe Demi – eu disse dando alguns passos a frente pra me aproximar dela – o futuro é um mistério. Eu não sei o que vai acontecer amanhã, mas eu sei que a vontade que eu tenho de ficar perto de você vai ser maior que qualquer outra coisa. – continuei dizendo agora com o rosto dela entre minhas mãos – Então, por favor, não diga que não quer me amar.

Ela fechou os olhos no momento em que juntei nossas testas. Sentia a respiração dela em meus lábios. Meu coração estava disparado. Eu precisava tanto tê-la pra mim. Precisava tanto de seus beijos, seus carinhos. Eu precisava do amor dela!

Fechei meus olhos e juntei nossos lábios. Demos início então a um beijo totalmente diferente de todos que já havia experimentado. Não só com ela, mas em toda a minha vida. Aquele beijo me fazia sentir vivo, como se cada parte do meu corpo gritasse de felicidade. Eu não ouvia nada ao meu redor, eu não sentia nada vindo do meio externo. Apenas ela. O toque, o gosto, o cheiro, tudo... Tudo era ela. Separamos nossos lábios e ela não me olhou, permaneceu de olhos fechados.

- Você não precisa me amar agora – eu comecei a dizer – eu posso esperar. Posso conquistar seu amor.
- Esse é o problema Joe – ela disse e depois abriu os olhos para que pudesse me encarar – Não tem o que esperar nem o que conquistar.

Fechei os olhos com medo do que ela ia dizer. Eu sabia o que ela ia dizer. E eu estava desesperado tentando encontrar argumentos que a fizessem mudar de ideia. Ela respirou fundo e acariciou meu rosto de leve com o polegar. E eu não conseguia abrir os olhos. Não queria encarar a realidade.


Continua...


n/a: Olá leitoras lindas!! :)) gente tô tão feliz com os comentários, nossa... MUITO OBRIGADA MESMO!! vocês são incríveis!! Mas então, o que acharam do capítulo? gostaram? não gostaram? me contem aí nos comentários! :D Bem, Justin In Love também será dividido em 4 partes e eu acho que vocês vão gostar dele :)) Bem, é isso... Obrigada novamente pelos comentários e Bem-Vidas novas seguidoras ;)) Bjs e até o próximo capítulo! :**


COMENTÁRIOS RESPONDIDOS AQUI!

16 comentários:

  1. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA COMO VOCÊ TEM CORAGEM DE PARAR NESSA PARTE? :( VOU MORRER SE VOCÊ NÃO POSTAR, PELO AMOR DEUS! O QUE FOI O JOE DIZENDO QUE AMA A DEMI? JESUUUUUUUUUUUS! *O* FOI LINDO, PERFEITO! <3 ELA VAI COMEÇAR A AMÁ-LO, QUER VER?! HAHA
    POSTA LOGO!
    BEIJOS, CAROL! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAAHHHH... NÃO MORRE NÃO :((
      Joe se declarando é vida né?! *.*
      Postei linda!
      bjs! :**

      Excluir
  2. cara,eu sei como é estar do outro lado e para na melhor parte só pra fazer suspense,mas agr que eu sou a leitora,é judiação!:(
    posta,pf!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha... viu como é bom?! u.u
      brinks, sabe que nem foi proposital, é que o cap tava ficando muito grande e a parte que dava pra dividir foi essa :S
      tá postado! :))
      bjs!

      Excluir
  3. nossa q capitulo triste e fofo...Demi deixa o Joe t amar menina, se vc ñ quiser manda ele pra mim q eu posso ama-lo rapidinho rs..tadinha da Demi já sofreu muito é até compreensível este medo dela...tá d+ está história uma das melhores fics Jemi q eu já li..
    Maisa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha... se a Demi dispensar o Joe tem uma fila querendo consolá-lo hehehe...
      Muito Obrigada linda! :DD
      bjs!

      Excluir
  4. Gostar? Gostar? Gostaaaar? EU AMEEEEEEEI! PUTIS, MEU DEUS, que capítulo lindooooo *-* Socorro isso foi muito fofooooooooo awwwwwwwwwn *o* Assim você me mata do coração, menina! :0 COMO A SENHORITA PARA AÍ? Olha, isso não se faz, hein!? U-u hahaha Posta logo, por favor! Está incríveeeeeeel *o*

    Mil beijos, Bruna <333

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAWWNN... fico tão feliz em saber que vc amou! *.*
      hahaha... estou apenas me vingando por todas a vezes que certas autoras fizeram isso comigo u.u kkkkkkkk brinks! :))
      postado linda! ^^
      bjs! :**

      Excluir
  5. A Demi tem que ceder!
    Mas temos que olhar pelo lado dela também. Tudo bem que ela sabe que o Joe a ama de verdade, o problema é que ela não quer sair ferida novamente!
    Posta Logo!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é bem difícil pra ela né?!
      depois de tudo o que ela passou e talz... :/
      postado linda!
      bjs!

      Excluir
  6. ai meu deus
    essa sua fic
    e fantastica
    serio
    em uma escalada de 1 a 10 seria 10
    porque ta perfeito
    meu deus
    ta muito bom
    posta logo
    hoje,por favor
    ta perfeito
    o joe ta
    sendo tão fofo
    as vezes eu queria que
    jemi duraria eternamente
    ta perfeito
    nota 10
    bjs até mais.


    posta logo !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MUITO OBRIGADA LINDAAA!! ^^
      todos querem que Jemi dure forever né?! :S
      eles formam o casal mais perfeito que o mundo conheceu!
      mas enfim...
      postado linda!
      bjs! :**

      Excluir
  7. OMG..
    Quase morrendo aquie.
    Se eu sobreviver até o final da Fic vai ser um milagre..
    Tipo,e agora??
    A Demi não vai querer mais ele?E coitadinho do meu Joe..*-*
    To curiosa demais..
    Posta Logo sua fofolete..
    Beijinhooos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk... não diga isso, vc tem qu saber o fim da fic u.u
      então,não morra hahaha...
      postado linda!
      bjs! :**

      Excluir

Comentem, lindas e façam uma autora feliz! :D