9 de outubro de 2012

Capítulo 2 – Just Seventeen


No dia seguinte ao embaraçoso acontecimento com a vizinha, tudo estava quase arrumado na casa, faltavam poucos detalhes, como: quadros, porta-retratos, vasos e esses objetos de decoração que ficariam a cargo de Ashley.

Com a missão casa cumprida, decidi me dar um dia de descanso. Afinal, eu merecia. Iria sair, passear pela vizinhança e tentar conhecer os outros vizinhos, de maneira menos constrangedora, espero.
Assim que terminei de colocar os sapatos ouvi a campainha soar.

- Que hora pra aparecer visitas! – resmunguei.

Desci as escadas e fui em direção a porta gritando um “Já vai!”. Assim que abri a porta, me deparei com uma garota de costas, com um vestido rosa com algumas flores estampadas que, devido ao vento, esvoaçava moldando assim o contorno deslumbrante daquele corpo.

Ao perceber que eu havia aberto a porta, a garota virou-se em minha direção com um sorriso no rosto fazendo com que eu sentisse minha garganta secar. Mas qual era meu problema? Parecia até que nunca havia visto uma mulher na vida!

- Oi vizinho. – ela disse sorrindo e com as mãos para trás.
- Oi. – eu disse com a voz meio falha devido à secura repentina de saliva.
- Eu vim aqui lhe fazer um convite – ela disse – Na verdade, pra você e pra Sra. Jonas.
- Hm, e qual seria o convite? – eu perguntei, agora mais recuperado do meu momento “adolescente de 15 anos virgem”.
- Meus pais estão os convidando para um jantar hoje à noite lá em casa – ela disse – e eles disseram que não aceitam um não como resposta. É uma espécie de boas vindas!
- Ah, que gentileza dos seus pais – eu disse sorrindo verdadeiramente – Claro que vamos!
- Meus pais ficarão felizes – ela disse sorrindo também.
- Que horas devo estar lá? – perguntei olhando para o relógio.
- Umas sete e meia, meu pai vai adorar conversar com você antes do jantar – ela disse - Agora, tenho que ir. Até mais tarde Joe!
- Até Demi. – eu disse com uma sensação boa ao falar o apelido dela, a mesma que senti ao ouvi-la me chamar pelo meu apelido.

Deixei que ela cruzasse todo o jardim da frente da minha casa e fechei a porta. Pelo visto minha saída pela vizinhança teria que ficar para mais tarde. Afinal já eram quase cinco da tarde.

Meia hora depois Ashley chegou em casa.

- Oi amor – ela disse me cumprimentando com um selinho.
- Oi – eu respondi retribuindo o selinho.
- Então, como foi seu dia? – ela perguntou indo em direção a cozinha.
- O mesmo de sempre – respondi dando de ombros – não vejo a hora de voltar a trabalhar. É extremamente tedioso ficar em casa.
- Despois de algumas semanas no trabalho você vai implorar por esse tédio – ela disse rindo de volta a sala com um copo de água na mão.
- Temos um jantar pra ir hoje – eu disse a ela.
- Temos é? Onde? – ela perguntou sentando ao meu lado.
- Nos Lovato. – eu disse e ela fez uma cara de quem não sabia quem eram – Os vizinhos aqui do lado.
- Os que tem uma escadinha de filhos? – ela perguntou com pânico na voz.
- Não. – eu respondo negando com a cabeça – Os do outro lado, que tem uma filha adolescente.
- Ah, certo. – ela disse dando um suspiro de alívio – Ufa! Pensei que teria que aturar grito de criança a noite toda!

Eu não respondi nada. Esse era um dos pontos em que eu e Ashley discordávamos totalmente. Eu era louco por criança, sempre quis ter uns três filhos, enquanto minha noiva não suportava nem a presença de crianças, quanto mais pensar em uma dentro dela que a faria engordar, vomitar e sentir a pior dor de todas?! Decidimos pensar nisso mais pra frente. Ela sempre dizia que não ia ter filhos de jeito nenhum, mas eu tinha esperanças de fazê-la mudar de ideia.

- Bom, acho que vou tomar um banho e começar a me arrumar então – ela disse levantando-se do sofá.
- Posso ir com você... Pro banho? – eu perguntei malicioso
- Claro que não Joe – ela disse já subindo as escadas.

Bufei jogando a cabeça pra trás. Eu amava minha noiva, e estava completamente certo de que casar com ela foi a melhor decisão que tomei em toda a minha vida. Mas ás vezes Ashley me irritava. E me negar sexo era uma maneira muito cruel de me irritar!



O relógio marcava sete horas e eu andava de um lado para o outro na sala esperando por Ashley que não descia nunca. Mulheres!

Finalmente, depois de 5 minutos, desde a última vez que conferi a hora no relógio, ela desceu. Usava um vestido com faixas pretas e vermelhas, que eram horizontais nos quadris e diagonais no tronco, seguindo em direção a alça única no ombro direito; Complementado a roupa, um salto de tiras finas preto e algumas joias douradas.

- Como estou? – ela perguntou abrindo os braços.
- Linda como sempre. – eu disse sorrindo, pegando em sua mão e conduzindo-a até a porta.
- Nossa, você está com pressa – ela disse meio descontente como minha atitude - nem estamos atrasados e a casa e logo aqui do lado.
- Eu sei – disse já do lado de fora da casa – mas quero causar uma boa impressão.

Ashley resmungou um “Hm” e caminhou ao meu lado até a casa dos Lovato. Ao chagar a porta apertei a campainha e logo uma senhora sorridente com cabelos loiros e bem bonita, abriu a porta.

- Olá Sr. e Sra. Jonas – ela disse sorrindo
- Boa noite Sra. Lovato – eu disse retribuindo o sorriso. Ashley fez o mesmo.
- Oh, por favor, apenas Dianna. Entrem – ela disse dando espaço para que entrássemos – Podem ficar a vontade, vou chamar meu marido e minha filha. Podem se sentar eu já volto.

A senhora então saiu pela sala em direção às escadas. Eu e Ashley sentamos no sofá branco da sala de estar que tinha uma decoração totalmente clean. Era uma casa, realmente, linda e deixava nítido que os Lovato eram bem ricos.

Depois de uns instantes um senhor alto e de cabelos escuros, com traços latinos adentrou a sala.

- Boa noite – ele disse estendendo a mão a mim.
- Boa noite Sr. Lovato – eu disse levantando do sofá e estendendo a mão até a dele.
- Apenas Eddie sim? – ele disse rindo – Boa Noite Sra. Jonas
- Boa noite Sr. Lovato – Ashley respondeu sorrindo.

Eddie ia abrir a boca para falar algo, mas logo algo chamou a atenção de todos na sala: Demi estava descendo as escadas e falava com a mãe dela que vinha logo atrás. Ela estava simplesmente deslumbrante. Usava um vestido preto de alças finas justo aos seios; Uma faixa rosa pink com um laço lateral, rodeava o vestido na altura da cintura, bem abaixo do busto, o resto do vestido era solto no corpo e terminava um pouco acima do joelho.

Nada vulgar, nada demais. Mas de alguma forma ela estava maravilhosamente sexy aos meus olhos. Algo nela gritava para que eu a tocasse. E a vontade de arrancar aquele lindo vestido, que dava a ela uma ar de menina inocente, corria por minhas veias e fazia meu coração acelerar.

-Boa noite Sr. e Sra. Jonas – ela disse assim que chegou a nossa frente com um sorriso lindo no rosto.
- Boa noite – eu e Ashley respondemos juntos.
- Esse aqui é meu tesouro – Eddie disse abraçando a filha pelos ombros – Meu orgulho!
- Para com isso pai – a menina disse sem graça.
- Vamos sentar enquanto o jantar fica pronto. – Dianna disse – Vocês aceitam alguma bebida?
- Eu aceito um suco – Ashley respondeu.
- Você me acompanha no whisky Jonas? – Eddie perguntou antes que eu pudesse responder a Dianna.
- Acompanho, sem problemas – respondi sorrindo de leve.

Depois de devidamente servidos com nossas bebidas, a conversa seguiu tranquilamente. Falamos sobre meu trabalho, sobre o porquê de termos comprado a casa e de como havíamos gostado da vizinhança.

Demi pouco falou, apenas ria e fazia breves comentários. Nem de longe parecia a menina com quem conversei na sacada. Achei estranho, mas preferi não comentar.

O jantar logo foi servido e estava maravilhoso. A conversa que se iniciou na sala prosseguiu durante o jantar e depois, quando eu, Ashley, Eddie e Dianna ficamos a mesa apenas conversando. Demi havia subido para seu quarto, pois teria aula no dia seguinte pela manhã.

- Sra... hm, Dianna – corrigi, ao ver a cara de desaprovação que ela fez – Onde fica o banheiro?
- Subindo as escadas querido, a última porta a direita – ela respondeu sorrindo.

Pedi licença e fui em direção ao banheiro. Passei por algumas portas e uma delas me chamou atenção. Ela era toda branca e possuía flores cor de rosa, pintadas na parte e baixo. Era a porta do quarto dela, eu tinha certeza. Sem me dar conta do que estava fazendo, coloquei a mão na maçaneta e girei. Estava aberta.

Guiado por um impulso que não sabia de onde tinha vindo, entrei no quarto. Demi estava deitada, coberta por uma colcha de cama branca que combinava com o ambiente que possuía decoração rosa e branco, em sua maioria.

Andei até próximo a um quadro na parede onde haviam várias fotos pregadas com tachinhas coloridas. Observei as fotos onde Demi estava com amigos e ela parecia feliz, com um sorriso sincero no rosto. Instintivamente sorri com essa imagem.

- Sabia que é feio entrar no quarto alheio sem ser convidado? – a voz dela soou atrás de mim, fazendo-me sobressaltar.

Olhei pra trás e ela estava de pé, com os braços cruzados. Usava apenas um short curto e uma blusinha de alças finas com a estampa do Pooh. Engoli em seco, parte por ter sido pego ali e outra parte pela roupa (ou falta dela) que a menina estava usando.

- Não vai dizer nada em sua defesa? – ela disse rindo e colocando as mãos na cintura.
- Eu... Me desculpe – foi a única coisa que saiu.

Ela riu e começou a andar em minha direção, meu coração disparou e parecia acelerar mais a cada passo que ela dava até mim. Quando a distância entre nós era de apenas um palmo ela sorriu e pegou minhas mãos posicionando-as em sua cintura. Eu não tinha reação, eu sabia que tinha que sair dali, mas eu não conseguia me mover.

Demi posicionou suas próprias mãos em meu pescoço e ficou nas pontas dos pés fazendo nossos narizes se encostarem. Minha respiração foi ficando mais pesada e, inconscientemente, apertei minhas mãos em sua cintura. Ela roçou os lábios nos meus, fazendo com que eu fechasse os olhos. Logo depois senti a língua dela sobre meus lábios e senti um frio percorrer minha espinha. Ela então selou nossos lábios de maneira delicada e antes que eu pudesse aprofundar o beijo ela se afastou.

- É melhor você descer – ela disse com as mãos pra trás – Ou vão pensar que você se afogou na privada.

Fiquei mudo e sem reação. Meus músculos não respondiam aos meus comandos, e, de certo modo, era melhor que assim fosse caso contrário, eu agarraria aquela garota.

- Como você sabe que eu disse que iria ao banheiro? – perguntei respirando fundo tentando me recompor, afinal aquela proximidade com a garota fez meu corpo responder fervorosamente, se é que me entendem.
- Hm, bem... É a única explicação pra você estar no andar de cima da casa – ela disse dando de ombros – Mas agora vai, antes que meu pai venha te procurar.
- Ok. – eu disse indo até a porta.
- Joe – ela me chamou antes que eu pudesse sair – diz que você se distraiu admirando os quadros do corredor.
- Hm... Certo. – eu respondi e sai indo em direção as escadas.

Ao chagar ao andar de baixo, todos já estavam na sala. Assim que cheguei Ashley questionou minha demora e, lógico, que eu usei a desculpa que Demi havia me dito. O que pareceu convencer e agradar Eddie, pois o rosto dele se iluminou com a menção aos quadros.

Logo dei uma desculpa qualquer para voltarmos para casa. Não estava mais em condições de permanecer naquela casa. Nos despedimos dos Lovato e caminhamos em direção a nossa residência.

- Adorei os Lovato – Ashley disse assim que entramos no quarto.
- É, são pessoas adoráveis mesmo – respondi tirando a camisa.
- Sabe o que a Dianna me contou? – ela perguntou de dentro do banheiro – Que a filha deles, faz balé desde pequena e que ela é a melhor dançarina da academia.
- Hm – disse lembrando-me instantaneamente da cena no quarto de Demetria.
- Eles têm muito orgulho dela, e olha que ela só tem 17 anos, recém-completos, diga-se de passagem. – ela disse voltando pro quarto já com sua roupa de dormir.
- Ela parece ser uma garota incrível – eu disse tirando o resto das roupas e deitando na cama apenas de boxer - Mas vamos dormir, eu tô morrendo de sono.

Mentira! Eu só queria que Ashley parece de falar pra que eu pudesse lembrar de cada detalhe do que havia acontecido entre eu e Demi naquele quarto. O que estava acontecendo comigo? Porque aquela garota estava me deixando daquele jeito? Ela só tem 17 anos!


Continua...

n/a: Oie lindas!!! :DD Como prometido, taí o capítulo 2. Aproveito pra avisar que o 3 só na quinta tá?! Ah, deixa eu falar, coloquei a abinha de afiliados ali em cima, por tanto, quem quiser se afiliar é só deixar um comentário lá com o endereço do blog e tals... ^^ Hm, acho que é isso... Muito obrigada pelos comentários e não esqueçam de me contar o que acharam desse capítulo tá?! Bjs lindas e até a próxima! ;)


Comentários respondidos aqui!

18 comentários:

  1. Toda a minha casa esta dormindo, e eu quase acordei eles se eu não tivesse segurado minha crise de risos quando a Demi falou "Ou vão pensar que você se afogou na privada", sério, foi hilário!
    Posta logo!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha...
      Ainda bem que você se controlou hein?!
      Postei linda!
      Bjs!

      Excluir
  2. Hey! :D
    Meu Deus, o capítulo foi maravilhoso! As reações do Joe quando viu a Demi com a roupa curta foi demais! hahahaha Tá simplesmente perfeita! <3 Ele tem que aprender a se controlar! u.u
    Posta logo!
    Beijos, Carol! <3
    P.S: Já coloquei o seu blog na lista de afiliados em YBF! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E... o Joe só vai perder mais ainda o controle no decorrer da fic u.u
      hahaha...
      mas isso é que é legal! ;)

      Postei linda!
      Bjs!

      P.S.: Obrigada linda! ;)

      Excluir
  3. aaadoreeii pow hj tava um pouco hot, adooorei princesa
    postaaa MOOO
    mo eu postei também vê please

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. virão capítulos ainda mais hots que esse baby! ;)
      hhahahaha
      Postei linda!
      E já dei uma olhadinha e lá e véi... que medo! o.O hahaha
      Bjs!

      Excluir
  4. omg esse joe e a demi vão dar o que falar kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk´k to vendo que esta história vai ser uma das mais lindas e perfeitas de todas !!! posta logo linda literalmente mega-ansiosa para o capítulo !!! bjs linda até mais !!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh se vão! hahahaha
      eu, particularmente, AMO essa fic! u.u
      Postei linda!
      Bjs!

      Excluir
  5. Aaaaaaaaah q perfeitoo *o*
    Demi enfeitiçou o Joe cara, kkkkkkkkk, aaah sua fic é incrível ><
    - Nova seguidora :p
    Eu estou muito ansiosa pro próximo :D
    Bjjss com glitter até quinta! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demi seduzante(?)... hahahaha
      seja bem vinda linda e obrigada! <33
      Postei!
      Bjs baby!

      Excluir
  6. gente,se não tivesse sido atitude de Demetria,eu diria que teria sido pedofilia agarrar a menina desse jeito!kkk
    mas eu amei o cap,posta logo,bjs!*-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eita, imagina o que você vai pensar desse capítulo agora... :/
      kkkkkk
      Postei linda!
      Bjs!

      Excluir
  7. Caraaaaca kkk a é muito safadinha hein??
    Coitado do Joe LOL
    Os pais da Demi mal sabem o que ela apronta né? kk
    Por favor, a Ashley tbm é muito má com ele kk o tadinho deve tá necessitado kkkk
    Ai cara to gostando MUITO dessa fic *--* to loca pra saber o que vai acontecer no próximo cap.!!
    E foi mal não ter comentado no 1º cap ¬¬ é eu eu tava e ESTOU sem muito tempo :/
    POSTA LOGO

    Beijos & Quejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demi safadheeeeenha... kkkkk
      Os pais são sempre os últimos a saberem das paradas u.u hahaha
      hm, tem motivos pra essa aversão da Ashley :x #spoiler
      Que bom que está gostando linda! ;)
      Imagina, sem problemas :DD
      postei baby!
      Bjs!

      Excluir
  8. " Eu só queria que Ashley parece de falar pra que eu pudesse lembrar de cada detalhe do que havia acontecido entre eu e Demi naquele quarto." OMG o Joe já esta gamado na Demi ??? Demi Poderosa !!! kkkkkkkkkkkkkkkk
    Amei o capitulo !
    Poooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooosta Maaaaaaaaaaais Looooooooooogooo !
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demi diva baby! hahaha
      arrasando corações! u.u
      Posteeeeeeeeeeeeeeeei lindaaaaa!!!
      hahaha...
      Bjs!

      Excluir

Comentem, lindas e façam uma autora feliz! :D