4 de setembro de 2013

Fourteen

- O que você quer? – Joe perguntou com certa impaciência, encostando-se na batente da porta do seu quarto.
- Você sabe o que eu quero. – Anna respondeu de forma insinuativa, fazendo Joe rolar os olhos.
- Garota você não tem um pingo de vergonha? – ele perguntou de cenho franzido.
- Olha aqui, você tinha que estar agradecido de alguma menina querer ir pra cama com você, tá legal? – Anna disse alterando um pouco a voz.
- Faz um seguinte: volta pro seu quarto e esquece que me conheceu em algum momento da sua vida ok?! – Joe disse e fez menção de voltar para dentro do quarto, mas a mão de Anna em seu braço o impediu.
- Você ainda vai me querer, Jonas... Ainda vai precisar de mim! – ela disse de forma convicta. – E quando isso acontecer eu estarei esperando por você.

Joe nada respondeu, puxou o braço e entrou, batendo a porta atrás de si, sem se importar se a garota ainda estava ali parada.

Desde o dia em que encontrou com as amigas de Demi no refeitório, Joe vinha sendo “perseguido” por Anna. Isso o incomodava, pois, apesar de achar a amiga de Demi bonita, não tinha intenção nenhuma de ficar com qualquer menina que fosse próxima de sua amiga. O motivo? Nem ele sabia. Mas só de pensar nessa ideia já se sentia mal.

Pegou o celular que estava em sua mesinha e discou o número de Demi. Após quatro toques a garota atendeu.

- Oi Joe. – ela disse com certa pressa na voz.
-Oi... É, tô atrapalhando algo? – ele perguntou apreensivo.
- Não, é que estou me arrumando. Hoje é a primeira consulta lembra? – ela disse e Joe bateu na testa ao se dar conta de que tinha se esquecido do fato.

Miley tinha, com muito custo, convencido Demi de que ela precisava conversar com sua mãe e que não seria nada demais. A garota concordou com uma condição: seus pais não poderiam saber de nada. E assim foi feito.

- Claro... Como pude esquecer? – ele disse meio sem jeito por isso.
- Tudo bem, Joe. – ele respondeu rindo brevemente.
- Você quer que eu vá com você? – ele perguntou, torcendo para que a menina dissesse sim.
- Hm, obrigada Joe, mas Miley vai me acompanhar. – a garota respondeu com certo pesar na voz.
- Tudo bem... – ele disse não conseguindo esconder a tristeza. – Mas na segunda consulta eu faço questão de ir!
- Eu vou adorar! – ela respondeu realmente feliz com a preocupação do amigo.

Ficaram em silêncio por um tempo, apenas escutando suas respirações. Ambos tinham algo a dizer, mas não sabiam realmente o que era.

- Joe, eu preciso desligar. – Demi disse em tom baixo.
- Certo, é... Espero que tudo dê certo. – Joe disse tentando sorrir, mas sentindo o peito apertado.
- Obrigada. – ele respondeu em um sussurro.
- Demi...
- Sim?
- Desculpa...

Essas palavras ecoaram pela cabeça de Demi e não faziam sentindo nenhum, por mais que ela tentasse.
- Pelo o quê, Joe? – ela perguntou atônita.

Joe queria, com todas as sua forças, falar tudo para a amiga, mas não conseguiu.

- Por não estar aí com você. – ele disfarçou.
- Não seja bobo! – ela riu um pouco aliviada. – Você está sempre comigo.

Joe riu com a afirmação da amiga.

- Estou mesmo! – ele confirmou a sentença.
- Joe, eu realmente preciso ir... – Demi disse meio aflita.
- Claro... Nos vemos quando você chegar? – ele perguntou com certa pontada no peito. Ele não sabia o porquê, mas tinha uma sensação ruim tomando conta dele.
- Claro que sim! – ela respondeu sorrindo.

Despediram-se e, enquanto Demi seguia com Miley para o consultório de sua mãe, Joe deitava-se em sua cama, olhando para o teto, tentado esvaziar a cabeça. Estava quase dormindo quando a porta se abriu bruscamente e ele despertou num pulo.

- Olá querido amigo. – Brian disse sarcástico.
- O que você quer? – Joe perguntou sem ligar muito.
- Meu dinheiro! – Brian disse sem mais delongas e Joe sentiu cada músculo do seu corpo enrijecer.
- Mas eu ainda tenho um dia! – Joe disse aflito, pois o dinheiro que estava faltando cairia em sua conta bancária apenas na manhã do dia seguinte.
- Mudei de ideia! – Brian berrou. – Quero minha grana ainda hoje!
- Brian eu não tenho de onde tirar esse dinheiro! – Joe disse aflito e pondo-se de pé.
- Dá um jeito! – Brian disse bem de frente a Joe e com o indicador apontando para o nariz do mesmo.
- Eu não cago dinheiro! – Joe berrou na cara de Brian que nem ao menos piscou.

Em uma fração de segundos a mão de Brian acertou em cheio a cara de Joe em um tapa tão forte que fez Joe cair em sua cama e um zumbido instalar-se em seu ouvido.

- Não fala assim comigo, seu drogadinho de merda! – Brian gritava a plenos pulmões. – Dane-se se sua bunda não fabrica dinheiro, eu quero que se foda!

Joe ainda estava meio surdo e tudo que ouvia era de modo abafado, como se estivesse muito distante. 

- Ou você traz meu dinheiro até a meia noite, ou então... – Brian fez uma breve pausa para estampar em seu rosto um sorrisinho vitorioso e psicótico. – Adorarei saber como sua amiguinha geme meu nome. 
- Deixa a Demi em paz! – Joe vociferou, sentindo o coração pulsar em sua garganta.
- Isso vai depender de você. – Brian disse calmamente e deu as costas para o amigo e antes de passar da porta, deu o último aviso. – Até a meia noite, Jonas. Nenhum segundo a mais.

Joe sentiu medo. Como nunca havia sentido em toda a sua vida. Preferia mil vezes que Brian o tivesse ameaçado ao invés de ter colocado Demi nisso tudo. Nunca se perdoaria se Brian tocasse suas mãos imundas em sua amiga. Só de pensar nisso uma ânsia de vômito o assolava.

Ele precisava fazer alguma coisa, mas o que? Andou desnorteado pelo quarto, em puro desespero. Pensou em ligar para alguém, mais quem lhe emprestaria dinheiro assim, em um estalar de dedos? Kevin e Nick já haviam emprestado dinheiro antese ele já não tinhamais desculpas pra dar aos irmãos. 

Decidiu ir ao encontro de Mike, talvez o amigo o ajudasse de alguma forma. Passou pelas pessoas sem nem as notar, mas foi obrigada a parar quando esbarrou feio em uma pessoa, fazendo livros e papéis caírem e espalharem-se no chão.

- Desculpe... – ele sibilou ainda meio aéreo abaixando-se para ajudar a pegar o que havia caído no chão.
- Você tem que prestar mais atenção por onde anda, Jonas! – a voz que o recriminava era conhecida.

Joe levantou os olhos e deu de cara com a expressão enraivecida de Anna. Foi quando a ideia mais brilhantemente idiota que ele já teve passou por sua cabeça.

- Anna! – ele exclamou, fazendo a menina o olhar de um jeito estranho.
- Sou eu... – ela disse, meio desentendida.
- Você estava certa! – ele disse ajudando a menina a levantar-se. – O dia que você tanto quis chegou e nem demorou muito...
- Do que você está falando? – ela perguntou meio lenta, mas logo uma luz de entendimento passou pela face da menina. – Nossa, às vezes fico espantada de como o mundo sempre conspira a meu favor.

Anna abriu um grande sorriso e pegou Joe pela mão.

- Isso não pode estar acontecendo! É incrível demais pra ser verdade, se eu contar você não vai acreditar! Justamente hoje o quarto está livre! – ela tagarelava enquanto puxava Joe que a seguia sem animo nenhum.
- Jura? – ele perguntou, apenas para parecer interessado.
- Sim! – ela concordou com a cabeça e continuou a falar. – Selena saiu com algum menino aí e Miley e Demi foram pra algum lugar misterioso.

Joe não estava certo do que estava fazendo, mas precisava deixar uma coisa clara.

- Anna, espera. – ele disse freando a menina antes de chegarem ao quarto. – Preciso que saiba de uma coisa.
- O quê? – ela quis saber animada.
- Isso não será de graça. – Joe disse tentando parecer firme, mas no fundo estava morrendo de vergonha do que estava fazendo. A que ponto ele chegou?
- Você quer dizer que vai cobrar pra transar comigo? – ela perguntou de um modo meio ofendido e Joe já se preparava para pensar em outra coisa. – Isso é muito excitante! – ela completou com um olhar safado.
- Excitante? – Joe disse meio confuso.
- Sempre quis saber como é esse negócio de prostituto, mas nunca tive coragem! Você apareceu na hora certa! – ela disse e piscou para Joe de um jeito que era pra ser sexy, mas aos olhos do menino pareceu apelativo e vulgar. 

Seguiram para o quarto com Anna falando sem parar e Joe começava a se perguntar como faria para conseguir uma ereção.

***

- Nossa! Isso foi incrível! – Anna disse ofegante depois de sair de cima de Joe. – Valeu cada centavo!

Joe sentiu-se subitamente sujo ao ouvir aquelas palavras. Nunca pensou que chagaria tão baixo.

- Você pode me dar o dinheiro? Tenho que ir. – ele disse levantando-se e pondo sua boxer.

Anna sussurrou um “claro” e levantou-se da cama enrolada no lençol.  Joe abotoava suas calças quando ela voltou com o dinheiro colocando em seu bolso enquanto dava um selinho que Joe não retribuiu. E foi nesse instante que a pior coisa que poderia ter acontecido, aconteceu...

- O que é isso? – a voz era de Miley, mas ao virar a cabeça na direção da porta, apenas uma expressão tomou conta da visão de Joe: a de Demi.
- O que você acha, My? – Anna disse sorrindo – Aproveitando a vida e o que essa faculdade tem de bom. – ela disse dando um leve tapa no bubum de Joe que simplesmente parecia não estar mais ali.
- Isso não é motel! – Miley disse indignada enquanto entrava no quarto.

Joe não prestou mais atenção no que My dizia, seus olhos estavam vidrados no de Demi que estavam levemente úmidos. Ele não entendeu o porquê, mas sentiu-se ainda pior naquele exato momento.

- Demi...
- Não diga nada, por favor. – ela disse tentando não deixar as lágrimas rolarem. Demi também não entendia porque estava daquele jeito.
- Deixa eu explicar... – Joe disse suplicante.
- Não precisa, você não me deve explicações. – Demi disse, tentando parecer indiferente.
- Você pode ir Joe. – a voz da Anna soou atrás de Joe. – Seus serviços não são mais necessários.

Demi fechou os olhos e, como um raio, foi para o banheiro. Joe e Miley se entreolharam e ambos compartilhavam o mesmo temor.

- Demi! – Miley disse aflita, batendo na porta.
- Eu estou bem, só vou tomar um banho e trocar de roupa. – ela respondeu sem abrir a porta e minutos depois pode ser ouvido o barulho de água vinda do chuveiro.
- Não se preocupa, se ela demorar eu derrubo a porta. – My disse para Joe, que pegou sua camisa do chão e a vestiu.
- Se alguma coisa acontecer, por favor, não hesite em me ligar! – Joe disse cause implorando.
 - Pode deixar! – Miley respondeu sorrindo brevemente.

Joe saiu daquele quarto sentindo-se a pior pessoa do mundo por ter magoado sua amiga. Demi entrou naquele banheiro sentindo-se a pessoa mais idiota do mundo por ter se apaixonado pelo seu amigo.




Continua...




n/a: Oie! :) Capítulo bem grandinho né?! Espero que gostem, mas tenho a leve impressão que não :x Muitas coisas ruins aconteceram né?! Mas pelo menos um coisa boa teve nesse cap.: A Demi tá começando a se tratar \o/ hahaha Então amores, lembram que eu falei de uma mini fic que eu postaria? Pois é... Ela está pronta, mas eu resolvi postar só quando terminar essa fic o que deve acontecer em breve (isso mesmo essa fic já está entrando em sua reta final :c) e depois disso volto a postar Stuck In The Past ( já consegui escrever um capítulo dela, comemorem! hehehe) :D Por enquanto é isso amores! Fiquem bem, comentem e até o próximo post! Bjuuus! :****




RESPOSTAS DO CAPÍTULO 13 AQUI



12 comentários:

  1. Joe com o essa Anna e Brian no encalço... Que merda...
    Putz ele se vendeu pra salvar a Demi... e ela viu... Tomara que ela fique bem.
    Espero que as coisas melhorem pra eles.

    A fic já tá acabando? Ao mesmo tempo que eu to super ansiosa pra saber como vai terminar, vou sentir falta.
    Agora to curiosa pela mini fic

    Postaaa logooo pleaseee

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :x pois é... será que ela vai entender?
      Está acabando sim, amore :( Também vou sentir falta, essa fic é muito especial pra mim.
      A Mini Fic é meu xodó! Posso dizer que foi a melhor que escrevi! u.u
      Postei amooor!
      bjuuus! :***

      Excluir
  2. Ai meu Deus! Muitas coisas se passaram pela minha cabeça, e uma delas foi que como a Demi se sentiu magoada vendo o Joe com a "amiga" dela, ela pode querer revidar e ficar com algum amigo dele, que no caso seria o Brian. PUTS! Eu to amando, e fiquei super feliz em saber que você vai voltar com Stuck in the Past, porque eu amo essa fic! É isso. Posta logo Sammy <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ops... :x
      será que é isso? hahaha
      obrigada amor e Stick In The Past volta logo! ;) hehe
      postei linda!
      bjuus! :***

      Excluir
  3. Oi Diva,
    tudo bem com você ????????
    nem sei quem eu começo a bater no Brian (esse maluco,acho que ele que devia se tratar ~kkkk~)ou na Anna( rapariga*,não gostei dela ~lê eu fazendo bira~ kkk´k)talvez no joe também (por fazer a demi chorar) ~triste~...mais eu adorei saber que a demi ta apaixonada <3
    Miley foi 100 <3 <3 adorei ela ter ido com a demi <3 <3 <3
    que maravilha,to doida para ler a mini fic,acho que vai ser um arraso ~também vindo de uma diva como você,o que não fica um arraso~.
    Stuck in the past <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3
    posta logooo,ansiosa demais
    beijosssssssssssssssssssssssss


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi minha linda!
      está tudo ótimo comigo, meu bem, obrigada! :D E com você?
      ela está xonada sim!!! <33 lindo né?! haha
      Miley é uma fofa! *.*
      hahaha obrigada amor, como eu disse em uma resposta lá em cima, essa foi a melhor mini fic que já escrevi! :D
      <33333
      postei, linda!
      Bjuuus! :***

      Excluir
  4. demorei, mas cheguei, me deem espaço, garotas! kkkkkk
    cara, como...????
    nem consigo dizer algo, tantas coisas aconteceram nesse capítulo que eu perdi a fala! :O
    mas enfim, vim aqui dizer pra você que está lindo e que eu to ansiosa esperando por mais!
    posta logo!

    ps: não vou deixar o blogger, não agora, porque não seria justo com você e todas as meninas que me apoiaram esse tempo todo!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha todo o espaço do mundo pra você, amor!
      safljsahglfjhsalf
      muitas coisas ainda vão acontecer u.u enfim...
      postei, amore! <3

      p.s.: EBAAAAA!!!! EU JPA FUI LÁ NO BLOG, NO TT E TUDO O MAIS KKKKK fiquei mega feliz com a notícia, obrigada por ficar meu bem! <333
      bjuus! :***

      Excluir
  5. que piranha essa Anna :o tadinho do Joe foi tentar proteger a Demi acabou magoando ela :c mas tudo isso é culpa daquele Brian lá já está mais que na hora de dar um tiro nele u-u sou da luz mas um tirinho assim não vai fazer mal jdbzkxjnc
    Tá perfeito <3 como sempre
    Posta logo gata!
    Beijoos (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. piriguete né?! kkkkk
      kkkkk morri com o "sou da luz" kkkk
      é acho que um tirinho não faria mal ;)
      Obrigada, linda! <33
      postei hehe
      bjuuus! :***

      Excluir
  6. Ai ai... Brian e Anna só estão aê pra atrapalhar!!!
    Me partiu o coração, imaginando a Demi naquele estado :'( Mas ainda bem que ela começou a se tratar!
    Hey... Não deixa o Brian tocar na minha Demi u.u

    To triste porque a fic está em reta final :/
    Mas to feliz que vc conseguiu fazer um capítulo da fic antiga :D
    So... Amei o capítulo u.u
    Então postaaaa looogooo... Kkk Beijinhos!! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tem que ter né?! kkkk
      é... começou... :x
      essa mistura de sentimentos é o que me resume agora tbm ;)
      obrigada, minha linda!
      posteeei! kk
      bjuus! :****

      Excluir

Comentem, lindas e façam uma autora feliz! :D