31 de agosto de 2012

Capítulo 2 - Make You Mine (Parte 2) - HOT

Bem, MUITO obrigada a todas as leitoras lindas que responderam a minha perguntinha :) E por UNANIMIDADE taí a capítulo HOT. :D Ele não é tãããããooo explícito, até porque sei que tem meninas aqui bem novinhas, né Dona Raphaela?! :S Mas eu gostei. Espero que vocês gostem também!! :) Outra coisa, no último post eu esqueci da musiquinha :( desculpa mesmo! Mas esta aqui. E desculpa, essa foi a melhor versão que eu encontrei :/ É isso, enjoy!!

***

Depois da resposta afirmativa dela ao meu convite não contive o sorriso durante todo o caminho até a saída do pub. Fomos até o carro e eu dei a volta para abrir a porta pra ela.

- Hum, temos um cavalheiro aqui?! – ela disse de uma maneira divertida e eu ri.
- Posso ser isso e muito mais. – eu disse rindo em seguida e fechando a porta do carona. Dei a 
volta no carro e entrei, me acomodei no banco e dei partida no carro.

Depois que ela me disse o endereço, tentei puxar assunto.

- Então, você estava sozinha lá no pub?
- Não, estava com algumas amigas – ela disse dando de ombros.
- E elas não vão se preocupar com você? – eu perguntei a olhando de canto.
- Ah, por favor eu não sou nenhuma criança – ela disse meio ofendida.
- Desculpa, eu não quis dizer isso – me retratei meio sem graça.
- Tudo bem, e você? Estava sozinho? – ela perguntou olhando para a janela.
- Na verdade não, estava com um amigo e... – parei de falar assim que me lembrei da reação dela quando falei de Nick, não ia cometer o mesmo erro de novo!
- E...? – ela perguntou dessa vez olhando pra esperando minha resposta.
- E a namorada dele. – falei a primeira coisa que passou pela minha cabeça tentando parecer natural.
- E por que hesitou em falar nela? - ela perguntou tentando disfarçar a curiosidade e o interesse pela resposta em um ar indiferente.
- Não hesitei, estava tentando me lembrar quem estava na mesa – dei de ombros e rezei pra que ela creditasse na mentira mais ridícula que eu já contei. Não foi que aconteceu.
- Sei... – ela disse visivelmente não acreditando no que eu disse, mas não tocou mais no assunto.

Depois disso ficamos em silêncio, eu nunca tinha me sentido assim, sem saber como agir com uma garota, mas Demi era aquele tipo de garota que deixava qualquer um sem ação. Por mais experiente que o cara fosse, duvido que não estaria sentindo-se como eu nesse exato momento. Eu precisava agir logo, precisava fazê-la entender o que eu queria, precisava fazê-la ser minha essa noite!

Chegamos na casa dela e eu tentava desesperadamente pensar em algo para que ela não saísse do carro assim tão rápido, só que mais uma vez a iniciativa foi dela. E acho que eu teria que me acostumar com aquilo.

- Você quer entrar? – ela disse segura, sem um pingo de timidez. Diria até que com certa malícia na voz.
- Você acha que não tem problema, seu pai... – eu disse só pra parecer que eu me importava, mas na verdade não estava dando à mínima, eu realmente queria entrar na casa dela.
- Se tivesse algum problema com o fato de meu estar em casa você acha que eu estaria te chamando? – ela disse meio sem paciência e eu entendi que tinha que aceitar logo.
- Tudo bem então. – eu disse e ela sorriu pra mim.

Saímos do carro e fomos em direção a porta da frente. Estramos na casa dela e estava tudo escuro, mas ela não se deu ao trabalho de acender a luz, pegou em minha mão e me guiou até a escada. No andar de cima paramos em frente a uma porta branca, ela virou de frente para mim e fez uma careta engraçada.

- Olha, não queria que você pensasse que trago qualquer garoto pra cá e nem que é uma maneira suja de te agradecer a carona...

Não a deixei terminar, colei nossos lábios e coloquei uma mão em seu rosto e a outra em sua cintura a puxando pra mais perto de mim. Ela ficou sem reação no primeiro instante, mas depois logo relaxou colocando suas mãos uma em cada braço meu. Passei minha língua por seus lábios pedindo passagem para aprofundar o beijo, ao que ela cedeu sem protestar, senti nossas línguas se encostarem e uma sensação estranha tomou conta de mim. Como seu uma corrente elétrica passasse por todo o meu corpo, fazendo cada célula minha formigar. O mesmo pareceu acontecer com ela, pois ela parou o beijo para me olhar de um jeito como se perguntasse o mesmo que eu: “O que diabos foi isso?” 

Não esperamos respostas, colamos nossos lábios novamente e dessa vez mais ferozmente. A empurrei em direção a porta e a encostei na mesma. Pressionei meu corpo contra o dela e senti cada célula do meu corpo vibrar de excitação e desejo. Desci meus beijos por seu pescoço enquanto apertava sua cintura levemente. Era uma sensação incrível o que meu corpo estava sentindo, nunca havia sentido aquilo antes.

Depois de um tempo nesses amassos em frente a porta do seu quarto ela levou o braço para trás e, sem parar de me beijar, girou a maçaneta abrindo a porta. Quase caímos no chão, tamanha a força que eu fazia para manter nossos corpos unidos. Sem separar o beijo fomos caminhando até sua cama. A deitei delicadamente me pondo em cima dela, tomando cuidado para não colocar todo o meu peso sobre seu corpo.

Comecei a beijá-la no pescoço a medida que minhas mãos desciam para suas pernas. Eu esperava que a qualquer momento ela me parasse, mas isso não aconteceu, cada gesto, cada carinho e cada gemido baixo dela dizia justamente ao contrário.

Mas foi só quando senti sua mão se dirigir para barra da minha blusa e puxá-la para cima que minha ficha caiu. Isso iria acontecer, eu iria tê-la para mim, ela seria minha pelo menos essa noite.

Sem perceber como, nossas roupas já estavam espalhadas pelo chão. Abri meus olhos e contemplei a imagem de Demi nua e era, com certeza, a visão mais linda que meus olhos puderam ver, nem que eu vivesse eternamente eu veria algo mais perfeito que aquela garota em minha frente. 

Sem pensar duas vezes comei a beijar seus seios e acariciar a lateral de seu corpo, Demi gemia baixo em meu ouvido me deixando ainda mais excitado, ela mantinha as mãos presas em meus cabelos puxando levemente de vez em quando. Dei adeus a minha sanidade, ou ao que restava dela, quando ela arqueou o quadril e o pressionou contra o meu. 

Naquele momento eu soltei um gemido abafado pela pele dos seios dela e sem nem piscar levantei e busquei desesperadamente por minha carteira, assim que a achei tirei a camisinha lá de dentro me protegendo devidamente. Voltei a deitar-me sobre ela e com muita calma e delicadeza fui penetrando-a. 

Demi se agarrou em minhas costas e deu um gemido alto, gemidos esses que só aumentaram conforme meus movimentos também aceleravam, por um momento preocupei-me com o fato do pai dela estar ali, mas logo tive os pensamentos ocupados pelo beijo que Demi me deu, um beijo que tirou o resto do fôlego que eu ainda tinha. Não demorou muito para que meu corpo todo se enrijecesse para logo depois relaxar por completo juntamente com o de Demi.

Minha respiração estava descompassada e meus olhos fechados, eu estava apenas aproveitando cada sensação, cada toque de Demi em meu corpo, cada beijo que ela dava em meu rosto. Deixei que Demi adormecesse e saí da cama, me vesti e depois sentei na cama para observá-la. Assim, dormindo, ela parecia um anjo, longe da imagem de mulher fatal que me atraiu no pub há algumas horas atrás, sua pele totalmente alva, seus olhos fechados e o sorriso que dançava em seu rosto me fez sorrir também. Quem a olhasse agora, como eu a estava vendo, duvidaria que ela fosse capaz de machucar alguém, de brincar com os sentimentos de alguma pessoa.

Apesar de ter sido apenas essa noite jamais me esqueceria de Demi, ela era do tipo inesquecível. Se fosse em outros tempos e se eu já não soubesse da fama dela, muito bem relatada a mim por Mike e Nick, até que poderíamos dar certo. Quero dizer, que cara não quer uma mulher como a Demi ao seu lado? 

Saí da casa de Demi com uma certeza, ou melhor, duas: a primeira é que, sem dúvidas, aquela havia sido a melhor noite da minha vida. Pena que seria somente aquela, e essa era minha segunda certeza.


Continua...


n/a: Então... o que acharam?? :/ Sejam boazinhas tá?! Lembrem que essa é minha primeira fic, não sejam tão cruéis quando forem dizer que está uma merda... :S Bem, eu tentei ser bem  light em descrever certas coisas, porque eu não sirvo pra escrever coisas mais calientes... Mas espero de coração que vocês tenham gostado ok?! Muito obrigada pelos comentários, seguidoras novas sejam MUITO BEM VINDAS!! :DD E é isso, até o próximo post! Bjos leitoras lindas!! :**


COMENTÁRIOS RESPONDIDOS AQUI!

15 comentários:

  1. nosssaaaaa!!!
    Cara,simplismente perfeito!*-*
    posta logo!
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah,eskeci de falar uma coisa de novo!kkkk
      meu twitter e @thalydemi
      infelizmente meu nome no twitter e meu nome completo,"thalya" e so um apelido como "Demi" e pra "Demetria"
      mas por favor nao zoa meu nome,ele e ridiculo,eu sei,mas e esse,entao fazer oq neh?kkkk
      enfim,bjs!

      Excluir
    2. Obrigada linda! :)
      te zoar pelo seu nome?!que isso?! nada haver... quem sou eu pra fazer isso tendo o nome que eu tenho... hahahaha...
      postado linda!
      bjos!!

      Excluir
  2. O Joe tem que pensar positivo, pensar que essa foi a 1ª de muitas noites, e não a 1ª e última!!!
    Posta logo!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... mas essa era a vontade dele sabe?!
      enfim...
      postado! ^^
      bjs!

      Excluir
  3. SAAAAAAAMMY!!!! :O ESTOU APENAS APAIXONADA POR ESSE CAPÍTULO! <3 MEU DEUS, COMO VOCÊ CONSEGUE? FICOU PERFEITO, ADOREI O HOT! HEHEHE :D ACHO QUE O JOSEPH TÁ COMEÇANDO A FICAR APAIXONADO PELA DEMI...
    POSTA LOGO, TÁ?
    BEIJOS, CAROL!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ownnn... hahaha... Obrigada!!!
      que bom mesmo que gostou!
      Fico mega feliz com isso!! :DD
      O Joe se apaixonando?! Será?!

      Postado :))

      bjos!!

      Excluir
  4. FICOU MARAVILHOSOOOOO, perfeitooooooo *O* Cara, que bom que tu fez o HOT, sério mesmo. Eu acho que morreria! KKKKKKK enfim.... ficou muito lindo e eu estou apaixonada por essa fic, sem brincadeira! \o/ E agora? Tipo... PORQUE ELE FOI EMBORA? :0 Podia ter ficado lá... esperando ela acordar... KKKKK mas tudo bem, só espero que de tudo certo quando eles se encontrarem! Posta logo, tá? haha

    Beijinhos estalados, Bruna *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OBRIGADAAAA!!! *.*
      Esse nem ficou legal, acabei de escrever que ME fez ficar sem fôlego... hahaha...
      Ele só queria uma aventura sabe?!
      nada de compromisso e talz...
      se encontrarem?! será?! humm...

      postado linda!!
      bjs!! :**

      Excluir
  5. Nise aqui \o/

    OMG! Sua fic é mto perfeitaaaa!!! Tipo... AMEI AMEI AMEI!!! ♥
    *------------------------------------------------------------*

    POSTA LOGOOOOOOOOOOOO ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OIEEEEE!!!
      MENINA PARA TUDOOO!!
      eu que sou apaixonada pela sua fic, tipo demais...
      MUITO OBRIGADA LINDA!!! DE VERDADE!!

      postado! :)

      Excluir
  6. Lindo!
    Adorei!
    Posta logo!

    Será que, se tiver facebook, podia colocar um like na minha página sobre o meu blog? É essa: http://www.facebook.com/DSP.Historias

    Obrigada.

    Bjs :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! :)

      tá postado hehe...

      Hum, quase não entro meu fb,acho chato :/ mas assim que eu visitá-lo faço isso ok?! :))

      bjs! :**

      Excluir

Comentem, lindas e façam uma autora feliz! :D